Despertando seu Animal de Poder

A seguir, uma vivência xamânica que pode guiá-lo ao seu animal de poder.  É importante ressaltar que geralmente essas vivências são mais seguras e efetivas quando realizadas em grupo, com pessoas que já tenham alguma prática em conduzir rituais ou no xamanismo. Não aconselho realizar a experiência sozinho, principalmente quem não tem nenhuma experiência. O ritual realizado em grupo e com pessoas experientes criam uma egrégora mais forte, que facilita e torna mais segura a experiência.

Se o seu animal não aparecer, não se preocupe. Talvez não fosse o tempo certo, ou você não tenha conseguido se entregar à vivência. Talvez você ainda não esteja preparado. Ansiedade e dúvida só tendem a afastar seu Animal, pois esses são estágios de desequilíbrio energético, portanto, não inicie o ritual se você está cético a respeito ou mesmo muito ansioso se vai dar certo ou não.

Também não adianta fazer a prática só por curiosidade, se você não estiver disposto a realizar um trabalho com essa energia. Isso é leviano e pode ser até mesmo prejudicial, pois você estará despertando uma energia que ficará sem canalização. Feitas essas considerações, segue um ritual para despertar o seu Animal de Poder.

Créditos da Imagem: http://www.cinderzelda.com/czpics/M01-Animal.jpg

O Ritual

Procure um lugar tranquilo e calmo, onde você se sinta confortável.
Prepare o ambiente com incenso, cristais e objetos que o ajudem a conectar-se com seu corpo astral (colar, espelho, taça, punhal, vela, tambor, chocalho, cajado, conforme suas preferências)
Aconselha-se o uso de um cd com música suave e sons da natureza, se você estiver realizando o ritual em um ambiente interno. Você poderá realizar a viagem astral sentado ou deitado, como preferir.

Iniciando o ritual

Faça a abertura dos portais conforme sua tradição, invocando os os animais ou elementais conforme sua preferência. Eu trabalho com as seguintes direções:

LESTE – ar – silfos
SUL – fogo – salamandras
OESTE – água – ondinas
NORTE – terra – gnomos
CENTRO – quinto elemento – nossos guias e protetores espirituais

Realizando a Viagem

Feito isso, já com o CD ligado, acomode-se em sua posição de preferência e relaxe todo o corpo, com respirações lentas e profundas. O toque do tambor, se possível, por quem estiver conduzindo o ritual, acrescenta um toque bastante intenso, que ajuda a conduzir a outra realidade.

Quando você se sentir bastante relaxado, imagine que está em uma floresta. Não tenha pressa, caminhe entre as árvores, analise os detalhes: tipo de vegetação, clima, se é dia ou noite… e continue caminhando até encontrar uma clareira. Nessa clareira você deve encontrar água (rio, riacho, lago, cachoeira). Examine também as condições gerais da paisagem, sempre sem pressa e sem tentar forçar nada de acordo com suas preferências. Se você encontrar algum animal por aqui, ele pode ser um aliado e desempenhar outras funções, mas ainda não é o seu Animal de Poder. Caminhando por esse local, você deve entrar em uma caverna. Dentro dessa caverna, comece a procurar por seu Animal de Poder. Peça que ele se apresente até você, procure-o, mas não force a situação tentando imaginar ou adivinhar um bicho. Se ele se apresentar, agradeça, aproveite para sentir sua energia, e peça por uma mensagem. Essa mensagem é geralmente dada de forma telepática, porém como muitas vezes temos dificuldades em lidar com esse tipo de comunicação, achamos que o animal está conversando verbalmente conosco. Feito isso, agradeça e peça para ele lhe confirmar, nos próximos sete dias se ele é realmente seu animal de poder. Despeça-se e saia da caverna, passe pela clareira com a água, volte pela floresta e desperte. O ritual não deve demorar mais do que 15 min, ida e volta.

Muitas vezes ficamos chocados ao descobrir o nosso Animal de Poder, pois pode tratar-se de um animal que nos causa desconforto, ou mesmo não gostamos. Isso ocorre porque, com frequência, reprimimos ou desaprovamos nosso lado instintivo, e ao vê-lo materializado em um animal, isso mexe com nossa sombra. Outras vezes, trata-se de um animal com o qual não nos identificamos particularmente, e em ainda outros casos, parece muito óbvio que aquele animal tenha se apresentado. Varia muito de pessoa para a pessoa.

Você começará a notar em si mesmo características do animal, não só no comportamento mas fisicamente também. Algum detalhe em suas feições, porte físico, estrutura, etc, acabam revelando sua semelhança ao seu Animal de Poder.

Durante a semana, o Animal deve dar pistas e apresentar-se novamente a você como confirmação. Ele pode vir em sonhos, imagens, e de formas bastante inusitadas: você pode encontrar com o animal em si, miniaturas, fotos em revistas, programas na televisão… enfim, a energia dará um jeito de se manifestar, sem que você precise procurar.

Boa sorte!

 

Anúncios

10 comentários sobre “Despertando seu Animal de Poder

  1. oi glaera, alguem pode me ajudar?? éh ki eu sei kal éh meu animal, posso até senti-lo pq sou sensitivo, mas n ocnsigo ve-lo e nem ouvi-lo, oq eu faço??

  2. Olá Giane.
    Tenho passado por alguns problemas na vida, inclusive depressão.
    Sei que há uma desarmonia em mim e hoje não sei bem como, voltei a sentir força no meu corpo e estou com o coração em paz. Subtamente (por eu adorar lobos e a simbologia deles por fidelidade, liberdade, etc) fui procurar textos sobre o totem do lobo e então me ocorreu que eu tenho fascínio por lobos mas isso não significa que meu totem seja o lobo. descobri o teu site e li sobre o ritual. bom, não tenho nenhuma tradição em relação a isso mas todas as coisas que procurei para entrar em contato com meu lado espiritual ainda não satisfazem. O catolicismo me dá mais paz de espírito mas ainda assim sinto que falta algo…
    Gostaria de poder participar de seu grupo de atividades e ver se encontraria um caminho nas suas práticas e talvez, se for o caso participar do ritual do totem.
    Aguardo resposta.
    Muito obrigado pela atenção.

    1. Oi Raphael, entendo a sua situação e muitos de nós estamos nessa busca… No momento não faço parte de nenhum grupo de atividades, mas venho pensado em procurar ou desenvolver algo no decorrer do ano. Espero que você siga melhorando. Se quiser, posso indicar alguns tratamentos que acredito que podem ajudar. Um abraço.

      1. Oi Giane.
        Muito obrigado pela atenção.
        Adoraria uma ajuda nesse lado espiritual porque sinceramente ando meio perdido.
        Sou médium mas não sei como desenvolver e sozinho por causa do momento de vida no qual passo esta complicado de me virar.
        Se não for incômodo aceito de bom grado e de coração aberto as suas indicações.
        Um grande abraço e muita luz!

      2. Oi Raphael, você já tentou buscar algum centro espírita? Desculpe a demora na resposta… Também há o caminho do xamanismo. Reze aos seus protetores e peça para eles apontarem o caminho mais indicado para o desenvolvimento de sua alma. Um abraço.

  3. Há 16 anos fui iniciada em religião afro-brasileira (candomblé/Keto), 2 ou 3 anos depois, deixei. Tento voltar… Fui consagrada à Oyá/Iansã que, como toda divindade de religiões pré-históricas tem ligações místicas co animais. No caso são o Búfalo africano e a Borboleta. Em muitos momentos apresento comportamentos afins; irada, sou um búfalo; depreciva, fraca, entro no casulo para tipo me metafosear. Nesses tempos tenho estudado e dizen que as características que apresentamos do Orisa vão nos sendo sutilmente induzidas, como que pelo estudo para conhecê-lo. Esse tipo de apontamento é válido? Tem alguma coisa haver? Como os Xamãns, também é uma religião de transe, mas não se vira com animais. Uns poucos já me relacionou com serpentes (no Santo isso quer dizer ligação com Osumare). Me envie um e-mail se puder? Obrigada.

    1. Olá Débora! Não possuo conhecimento aprofundado sobre o Candomblé, porém se você foi consagrada a uma divindade e existem animais consagrados a ela, certamente você se afina com essas energias. O animal de poder está ligado a seu animal interno, o que representa sua força, suas reações. Acredito que os animais dos Orixás possam atuar como aliados, mas não posso afirmar com certeza. Um abraço!

  4. Eu acho que meu animal e o Urso, mas as vezes me sinto como uma borboleta , na passagem xamanica eu vi o Urso ele me causou ate um pouco de medo,,,apareceu tam bem uma lagartixa então ,e nao sei qual dos dois e mas , logo depois que fiz a passagem vi tipo um a marca da garra de um urso…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s