The Baroque Bohemian Cats’ Tarot

The Baroque Bohemian Cats’ Tarot, por Karen Mahony e Alex Ukolov – Magic Realist Press

Arte

O Tarot é realmente lindo. A arte mistura ilustração com colagem fotográfica, e as imagens são todas em estilo barroco, ambientadas em Praga e Cesky Krumlov.  Os gatos são retratados antropomorficamente, em figurinos ricos em detalhamento, texturas e cores; exceto nos Ases de cada naipe, onde os gatos são representados em sua forma natural. A moldura das lâminas é muito bonita, um floral estilo tapeçaria; e o verso é ricamente ilustrado. Apesar de maravilhoso, infelizmente algumas cartas são muito estranhas… A carta da Lua traz uma gata de beleza questionável, pois lembra um rato e tem um pescoço muito largo. No Ás de Paus, temos um gato com a cabeça muito grande em proporção ao corpo, o que causa um certo desconforto. O Rei de Copas é um persa branco extremadíssimo – deformações físicas em busca de um padrão de raça que acabam com a beleza e a saúde do animal. (Nota: não que eu tenha algo contra raças – o que sou absolutamente contra são as manipulações genéticas em busca de um resultado estético na maioria das vezes duvidoso e que trazem gravíssimos problemas de saúde para o felino).

Entretanto, o pior defeito do Tarot é trazer, em diversas ocasiões, gatas com a pelagem escama de tartaruga (tortoise shell) em vestimentas masculinas. Esta é uma pelagem que só aparece em fêmeas, e por desconhecimento dos autores, foram retratadas com o sexo errado. No livro que acompanha o Tarot isso é relatado; na minha opinião deveriam ter substituído as ilustrações quando tomaram conhecimento do fato. As cartas onde ocorrem esse erro são: o Louco, o Mago, os Enamorados e, menos gravemente, no 5 de Espadas.


Simbologia

Os Arcanos Menores têm sua simbologia bastante semelhante às cartas do Tarot de Rider Waite. Já nos Arcanos Maiores, embora a maioria das lâminas apresente uma simbologia que se aproxima da representação clássica, existem diversos erros crassos e distorções que comprometem bastante o significado das cartas. São elas: No Arcano Zero, o Louco, o gato retratado é uma fêmea (apesar da vestimenta masculina) e falta o símbolo do cão no tornozelo. O mesmo erro de gênero ocorre também no Arcano I, o Mago.  Os significados dessas cartas exigem a representação de uma figura masculina, e a escolha de gatas escama de tartaruga para ilustrar essas lâminas não deixa dúvidas que se tratam de fêmeas, ao menos para quem entende um pouco de felinos. Além disso, foi escolhida uma gata da raça Persa, bem extremada, para representar o Arcano I – o que considero uma escolha totalmente equivocada pois essa carta traz uma dinâmica de agilidade, habilidade e movimento, e a raça Persa tem como características típicas a calma, a doçura e tranquilidade. O mesmo erro de gênero ocorre no Arcano dos Enamorados: a carta deveria representar um casal e acaba por retratar duas fêmas.  Nos Arcanos a Imperatriz, o Imperador, o Hierofante, a Força, a Estrela e o Sol, nem todos os símbolos se encontram presentes, mas o sentido geral das cartas é bem representado. Os Arcanos X – Roda da Fortuna, e XXI – O Mundo, apesar de belos, não trazem em sua representação nenhum simbolismo relacionado ao significado original dessas cartas.

Anúncios

4 comentários sobre “The Baroque Bohemian Cats’ Tarot

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s