Arcano V – o Hierofante

Hierofante - Acient Italian

Símbolos Essenciais

Um homem maduro, em vestes sacerdotais, portando um báculo na mão esquerda e fazendo um sinal de bênção com a direita. Em sua cabeça, a mitra; atrás de si, duas colunas ou composição arquitetônica que transmita esse conceito; e a seus pés, duas ou mais pessoas de costas.

_____________________________________________________________

Significados

(Nei Naiff – Tarô, Vida e Destino)

Material: legalidade, contrato, associação, união, cura, realização por via legal, usucapião, responsabilidade, integridade, cerimonial, organização
Mental: dogma, moralidade, ideia preconcebida, falta de criatividade, parcialidade, convicção, irredutibilidade
Sentimental: lealdade, fidelidade, afeição, benevolência, bondade, amizade, carinho, servidão, condescendência
Espiritual: religiosidade, pragmatismo, crença absoluta, sectarismo, liderança religiosa

Obs: o Hierofante fala das leis sociais (e não espirituais) – e tudo o que é considerado como aceito e institucionalizado pela sociedade, seja em seu sentido positivo ou restritivo (superficial). Aqui, as realizações são possíveis, mas elas devem estar em conformidade com as leis. Confrontos entre a verdade interior X valores sociais vigentes, ou entre egocentrismo X necessidade de perceber os valores dos outros a seu redor. Conforme o contexto do jogo, o consulente tanto pode representar o papel do Hierofante (ou seja, apresentar-se como professor, doutrinador, guia, moralizador ou repressor) como do discípulo (em um encontro com um mestre, alguém com maior conhecimento). Também pode indicar oposição, no sentido do confronto da opinião dos outros a respeito de suas decisões e escolhas pessoais.

_____________________________________________________________

(Jana Riley – Tarô Dicionário & Compêndio – extract)

Arrien: O Princípio do Aprendizado e do Ensino. O Professor, Conselheiro, Consultor. Indica um desejo de auto-ensinamento e aprendizado para realizar coisas tangíveis e práticas.

Cowie: Buscar Orientação. Consultar alguém que tenha conhecimento e autoridade.

Crowley: Oferece-te Virgem ao Conhecimento e à Conversação do teu Anjo da Guarda. Tudo o mais é uma armadilha. Sê atleta com os oito membros da Yoga: pois, sem esses, tu não és disciplinado para qualquer luta.

Fairfield: Escolher seguir uma filosofia, religião ou conjunto específico de crenças ao qual você sente uma grande lealdade. Desejar assumir responsabilidades para apoiar a filosofia, ter obrigações para com ela, e julgar-se por ela. Você é livre para desembaraçar-se a qualquer momento, mas você decide ficar envolvido.

Greer: Princípio do Ensinamento e do Aprendizado. Aprender com a autoridade. Liberdade de escolha. Educação social/cultural. Professor, Portador da “Palavra”. Solucionador de problemas. Aplicações práticas de verdades espirituais. Adotar valores morais, éticos e espirituais.

Noble: Reprimir Outros. A autoridade religiosa paterna que transmite ortodoxia. Lidar de alguma forma com a moralidade convencional e a lei patriarcal. Alguém agindo como juiz e preceptor moral ou tentando dizer ao consulente como as coisas devem ser. Ou o consulente agindo de uma forma convencional ou programada, por condicionamento e não de coração.

Pollack: Nosso sentido interno de obediência. Igrejas, doutrinas e educação em geral. Ortodoxia, conformidade às idéias da sociedade e aos códigos de comportamento, uma rendição à responsabilidade.

Sharman-Burke: O Pai Espiritual ou Celestial. Assistência de uma pessoa sábia ou prestativa, assim como orientação em questões espirituais e a necessidade de encontrar sentido espiritual na vida.

Waite: O poder regente da religião externa. O summa totius theologiae em sua forma mais rígida de expressão; mas ele simboliza também todas as coisas que são justas e sagradas no lado manifesto.

Wanless: Lei do Domínio da Vida. Passar as etapas ou testes da vida através da consciência meditativa e da filosofia como Buda que vê cada experiência como uma oportunidade de aprendizado de uma lição de crescimento. A vida nos ensina.

Wirth: Aquele que adapta conhecimento religioso às necessidades dos crentes humildes e formula ensinamento religioso de forma a dirigi-do a duas categorias: os crédulos e os incrédulos. Um diretor da consciência, o médico da alma, conselheiro moral.

Riley: Continuar o Processo. Dar ou receber ensinamentos terrestres conscientes. Isso, com muita freqüência, assume a forma de outra pessoa, mas pode também significar ensinamentos conscientes em qualquer forma física, i.e., leitura, escritura, televisão. […]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s