EIS QUE VIREI UMA CARTA DE TAROT…

imperatriz
… E justamente a minha favorita.

Arcano III – A Imperatriz
Tarot Apokalypsis, por Erik Dunne

Existem momentos verdadeiramente mágicos, onde recebemos presentes que irão mudar para sempre nossa relação com a vida.

Foi justamente o que aconteceu aqui. Fui convidada pelo talentosíssimo Erik Dunne para servir de modelo para a carta da Impetratriz de seu novo Tarot. Nas conversas iniciais, quando ele me chamou para participar do projeto, mesmo antes de definir o Arcano, eu já não cabia em mim de tamanha alegria. Meu coração quase parou quando ele revelou que carta havia escolhido – pois tenho uma relação muito forte com esse Arcano, há muitos anos.

Eu sempre admirei o significado simbólico da Impetratriz: criativa, portadora da vida, da feminilidade; soberana no dom de atrair e magnetizar, de conquistar sem se esforçar. Desde os primeiros contatos com o Tarot ela se destacou de maneira muito evidente para mim. Sentia que eram condições que representavam aquilo que eu desejava ser, me tornar, em plenitude. Mantenho a Imperatriz da Pamela Colman Smith na parede do meu local de atendimentos. Anos depois, na minha primeira palestra de Tarot “oficial” para o meio, apresentando o projeto ArcanaVênus em parceria com Leonardo Chioda, na Terceira Confraria de Tarot, Pietra de Chiaro Luna sorteou uma carta para representar cada um dos palestrantes. Qual não foi minha surpresa quando ela chegou me entregando uma vela verde e contando: o Arcano que te representa nesse evento é a Imperatriz. Me senti profundamente feliz e considerei um sinal de que estava no caminho certo, desenvolvendo uma sintonia com os atributos da carta. Quando fui convidada pelo Erik para representar esse papel, me senti abençoada e percebi que realmente havia, ao mesmo tempo, atingido o ápice de um processo verdadeiramente transformador em minha história pessoal.

Sinto-me profundamente grata e honrada por ter sido escolhida para representar, nesta obra, o arquétipo de Inanna, deusa Suméria associada ao Arcano III segundo a visão de Erik. Desde que eu e Leo iniciamos o projeto ArcanaVênus, tenho me dedicado a desenvolver uma relação especial com essa deusa. Sinto-me acolhida por uma de suas faces.

Quando vi o resultado final da arte da carta, fiquei atônita. Jamais me imaginei evocando uma imagem tão poderosa, além da identificação profunda com os mais variados elementos da carta, cuidadosamente escolhidos por Erik. Os felinos, as aves, as frutas, o templo, o figurino, os adereços. A presença dupla da figura feminina como Rainha e Vassala. São duas, e ainda assim são a mesma mulher. Amar é servir, e a Imperatriz serve ao Amor.

Agradeço com todo meu coração meu querido Erik C Dunne, que me proporcionou este presente magnífico, algo com o que jamais poderia sequer sonhar. Obrigada por me exergar com um olhar tão luxuoso e fantástico. É uma honra ter servido de inspiração para você, um artista incrível.

Agradecimentos especiais a pessoas que tiveram um papel importante nesse processo:

Petrucia Finkler, fada-bruxa madrinha, que me iniciou no mundo do Tarot e tem trabalhado comigo várias questões do feminino arquetípico.

Leonardo Chioda, meu irmão de alma, que abriu os portais e me conduziu diretamente ao núcleo de ouro do Tarot no Brasil.

Nei Naiff, que considero meu primeiro mestre, e hoje meu amigo, sem sua obra nunca teria me tornado a taróloga que me tornei, seus livros tiveram o papel do Arcano XX em minha vida: reveladores, surpreendentes e transformaram irremediavelmente o meu caminho.

Giancarlo Kind Schmid, também professor e amigo, que me apresentou a obra de Erik, quando o Tarot Illuminati ainda nem havia sido lançado.

E também a Fábio Portal, meu irmão de sangue, pelo empenho em fazer a foto acontecer, Daniel Sasso, pelo clique, Lisiane Rangel, pela força na produção e Ana Cláudia Ferrary pela maquiagem. Todos queridos que doaram seu tempo num domingo para me ajudar com o projeto.

Esse Tarot será produzido comercialmente pela Lo Scarabeo, uma das principais editoras internacionais de baralhos de Tarot, e será lançado em algum monento entre o final de 2015 e início de 2016. Mal posso esperar!

Anúncios

Arcano III – A Imperatriz

A Imperatriz - Rider Waite

Símbolos Essenciais

Uma mulher jovem  e coroada sentada em um trono, geralmente em um jardim ou no campo. Ela porta um escudo com a águia real, e um cetro ou uma flor. Suas vestes são femininas e revelam o formato do corpo. Ocasionalmente, vemos também flores e frutos a seus pés.

A Imperatriz - Barbara Walker

_____________________________________________________________

Significados

(Nei Naiff – Tarô, Vida e Destino)

Material: prosperidade, crescimento, fertilidade, bem-estar, realização breve, promoção, tudo caminha para a conclusão
Mental: dedução plena, inteligência criativa, reflexão ativa, perspicácia, sensatez, planejamento correto e eficaz
Sentimental: prazer, alegria, encanto, vontade direcionada, equilíbrio emocional, afabilidade, confiança
Espiritual: intuição, meditação, compreensão, equilíbrio, proteção

Obs: A carta da Imperatriz indica realização, efetivação de um projeto ou desejo. É um Arcano também de continuidade, preservação, criatividade e fertilidade.

_____________________________________________________________

(Jana Riley – Tarô Dicionário & Compêndio – extract)

Arrien: O Princípio do Amor com Sabedoria. A Mãe da Terra. O Provedor, Consolador, Embelezador. Sua capacidade para propagar e receber amor. O poder de possuir sua própria e interna natureza maternal e carinhosa.

Cowie: Abundância. Obter bons resultados da vida. A vida feliz e positiva do amor.

Crowley: Esta é a Harmonia do Universo, onde o Amor une a Vontade de criar com a Compreensão da Criação: entende tuas próprias Vontades. Ama e deixa amar. Regozija-te em toda forma de amor,e obtém êxtase e teu alimento disso.

Eakins: A imaginação é tudo. Aberto para toda a sensualidade, se esbaldar nos prazeres dos sentidos. Uma grande beleza revelada; tudo é perfeição, receptividade, acolhimento. Deixar-se levar, encontrar conforto entre a natureza, as criaturas e as pessoas, sem necessidade de controle.

Fairfield: Dar amor e alento profundos e totais. Algo ou alguém precisa ser amado, protegido e curado. Ser sensível às próprias necessidades físicas e emocionais, e às dos outros, e estar em posiçãode atender àquelas necessidades e curar as feridas. Altamente dedicado ao processo de fomentar e cuidar.

Greer: Princípio do Amor e da Imaginação Criativa. Amor pessoal. Dar à luz o corpo. Mãe fértil e criativa. Criação, fertilidade. O arquétipo Mãe-Terra que busca ligar todos os opostos, banir a desarmonia. Amor, beleza, luxo e sensualidade.

Noble: Dar. A Grande Mãe que promete abundância, nascimento, crescimento, harmonia, comunidade e relacionamento. Estar emcontato com a própria natureza sensual antiga. Ela está fundamentalmente “em relação” aos outros, aquela parte da pessoa que se une a um parceiro ou tem um filho.

Pollack: Uma época de paixão quando abordamos a vida por nossos sentimentos em vez de pensamentos. Em geral, a satisfação e a compreensão obtidas por meio das emoções. Ou expressão de aspectos emocionais de uma forma negativa.

Sharman-Burke: A Mãe-Terra. Representa felicidade, relacionamentos estáveis, crescimento e fertilidade. Satisfação potencial; uma carta de amor, casamento ou maternidade.

Stewart: Indica uma condição ou estado de dar positivos. Pode relacionar-se com as emoções pessoais ou com parceiros, ou comum a situação fecunda, criativa ou benéfica. Tende a indicar situações nas quais carinho ou fomento são necessários para realizar verdadeiramente o potencial inerente.

Waite: O Jardim do Éden inferior, o Paraíso Terreno, tudo isso está simbolizado pela casa visível do homem. Ela está acima de todas as coisas no sentido exterior da Palavra, porque não há mensagem direta que tenha sido dada ao homem como aquela que nasce pela mulher; mas ela mesma não carrega sua interpretação.Fecundidade, fertilidade, atividade, iniciação.

Walker: A Grande Mãe Deusa Suprema (…). Associada com amor, abundância, fertilidade, dar e acalentar.

Wanless: Lei da Preservação. O guardião da vida representando seu dever de proteger a Terra e tudo que vive. Ser carinhoso, solidário, amoroso e compassivo — um com tudo, a Terra e todos os seus animais, minerais, vegetais e seres humanos, todos e tudo.

Wirth: Inteligência criativa, a mãe da forma, figuras e idéias. A concepção abstrata que gera idéias e forma o Ideal Supremo. Discernimento, reflexão, compreensão e a esfera de objetos reconhecíveis e compreensíveis.