Manekineko

Instigada pelo querido Leo Chioda do Café Tarot, que também é apaixonado por gatos, decidi criar uma série de posts sobre os aspectos mais místicos e folclóricos sobre os felinos. Inicio hoje com uma postagem sobre o gato da sorte japonês, os famosos Maneki Nekos.

“Maneki Neko” significa literalmente “gato que acena”. Este gato é um amuleto de boa sorte e felicidade, que tem a função de proteger sua família e trazer prosperidade aos negócios. Ele é representado como um gato sentado com uma das patinhas erguidas, como se estivesse fazendo o típico gesto japonês para chamar as pessoas.

Significado das Variações

:: Pata esquerda erguida: chama clientes ou pessoas
:: Pata direita erguida: chama dinheiro e boa sorte
:: Ambas patas erguidas: proteção ao lar ou aos negócios
:: Altura da pata: quanto mais erguida, maior o convite
:: Gato branco: pureza e divindade
:: Gato preto: espanta o mal
:: Gato calico: de todos, o que traz mais sorte
:: Gato rosa ou vermelho: chama o amor e o romance
:: Gato verde: boa saúde, às vezes educação
:: Gato dourado: chama riquezas e prosperidade
:: Gato gordo “sumô”: obesidade indica prosperidade
:: Moeda na mão: ganho financeiro
:: Peixe na mão: prosperidade

Lendas da Origem do Maneki Neko

Aqui, algumas lendas que explicam a origem do Maneki Neko:

Lenda do Templo de “Goutokuji”

No começo do período Edo (século XVII), havia um templo decadente em Setagaya, na parte ocidental de Tóquio. O monge do templo tinha um gato de estimação, chamado Tama, e às vezes reclamava a Tama a respeito de sua situação miserável: “Tama, eu mantenho você apesar da minha pobreza… Você não poderia fazer algo por este templo?”.

Um dia, Naotaka Ii, que era o senhor do distrito de Hikone, estava passando por perto do templo quando foi atingido por uma forte tempestade. Enquanto evitava a chuva sob uma grande árvore, Naotaka notou que um gato o estava convidando a entrar no templo. Assim que ele saiu debaixo da árvore, motivado pelo gesto do gato, esta foi destruída por um relâmpago. A vida de Naotaka havia sido salva pelo gato Tama.

Assim, Naotaka tornou-se próximo do monge do templo. O templo até então decadente tornou-se o templo da família de Ii, e teve seu nome alterado para Goutokuji. Goutokuji tornou-se próspero, auxiliado pelo clã Ii. Tama salvou Naotaka do relâmpago, e ao mesmo tempo salvou o templo da pobreza.

Após a sua morte, Tama foi enterrado no cemitério Goutokuji com muito respeito, e uma estátua foi construída em sua honra, refletindo a patinha erguida, o gesto de chamado que trouxe tanta boa sorte e prosperidade a seu dono. E assim surgiu o Maneki Neko. Como a história se espalhou, as pessoas começaram a colocar figuras de gatos com as patinhas erguidas nas suas casas, lojas e templos, acreditando que eles trariam o mesmo tipo de prosperidade às suas vidas.

Lenda da Cortesã Usugumo em Yhoshiwara

No período médio do Edo (século XVIII), havia uma cortesã in Yosiwara chamada Usugumo. Ela era conhecida como uma amante de gatos, e mantinha seu gato ao seu lado o tempo todo.

Uma noite, enquanto ela estava indo ao banheiro, seu gato a incomodou puxando violentamente a barra da sua saia. Ela ficou exausta tentando espantá-lo, e o gato não parava… Apavorada com a ação insistente, Usugumo pediu ajuda… o dono da casa correu e cortou a cabeça do gato com uma espada japonesa, pois achou que se tratava de um gato-duende. Então a cabeça do gato voou até o teto do banheiro, mordeu e matou uma serpente enorme que estava preparando-se para atacar Usugumo. O gato sacrificou sua vida para salvar a de sua mestra.

Usugumo chorou profundamente pelo seu pobre gato, assassinado por engano… Para consolá-la, um de seus convidados a presenteou com uma imagem de gato em uma árvore aromática. A imagem do gato leal é a origem do Maneki Neko.

Lenda da velha senhora em Imado

Na última parte do período Edo (século XIX), havia uma velha senhora que vivia em Imado, na parte oriental de Tóquio. Embora ela tivesse um gatinho de estimação, sua pobreza extrema não a permitiu que continuasse com ele. Então ela disse ao gato “Me desculpe por ter de abandoná-lo nesta situação tão miserável”.

Naquela noite, o gato apareceu em seus sonhos e disse: “Por favor, faça minha imagem em argila. Certamente irá trazer boa sorte a você”. Quando a senhora esculpiu o gatinho em argila, de acordo com seu sonho, recebeu visitas desejando comprá-lo. Quanto mais a senhora fazia gatinhos de argila, mais gente vinha visitá-la querendo comprá-los, e ela pode guardar algum dinheiro. Os gatinhos de argila que a tiraram da pobreza foram a origem do Maneki Neko.

Anúncios

4 comentários sobre “Manekineko

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s