O que é um Mapa Astral?

“O que está em cima é como o que está embaixo,
e o que está embaixo é como o que está em cima”

O Caibalion

Um mapa astral é um retrato do céu no instante do nosso nascimento.
Ok, mas como funciona?

Nascemos no planeta Terra,  que fica no sistema solar.

Assim como a Terra, os outros planetas também realizam seu movimento de translação, ou seja: orbitam ciclicamente em torno do sol, em uma rota elíptica.


Entretanto, nosso ponto de vista é geocêntrico, percebemos os elementos do céu (inclusive o sol) como se eles girassem em torno da Terra.

Esses elementos traçam um caminho conhecido como eclíptica, e as 12 constelações que se localizam neste plano dão nome aos signos do zodíaco. Cada signo é uma fatia de 30 graus da eclíptica, esses signos são contados a partir do ponto vernal – o grau zero de Áries – que é o ponto da entrada da primavera no hemisfério norte. Há cerca de dois mil anos atrás, essas fatias do céu correspondiam às constelações com o mesmo nome. Entretanto, devido a um fenômeno da mecânica celeste chamado precessão dos equinócios, hoje em dia os signos não correspondem mais às constelações homônimas, mas os signos não mudaram de posição! Eles continuam sendo fatias de 30 graus a partir do ponto onde se inicia a primavera, no hemisfério norte,  e o outono, no hemisfério sul.
Assim, o mapa mostra um retrato do sistema solar, do ponto de vista geocêntrico, em um determinado momento. Então, quando falamos que nosso signo é Gêmeos, Leão ou Libra, estamos nos referindo apenas ao signo (porção do céu) que onde o sol se encontra em determinada época. Mas assim como temos o signo do sol, temos também o signo da lua e dos demais planetas do sistema solar. Portanto, os signos indicam em que posição de seu ciclo de translação esses planetas se encontram. A leitura do mapa astral analisa as relações entre esses corpos celestes entre si, de acordo com a projeção deles no céu de acordo com o que “vemos” aqui da Terra.
Quando nascemos, cada planeta localiza-se em um determinado ponto da eclíptica. Entretanto, o céu não é estático e continua seu movimento. A comparação entre a posição marcada no mapa natal e o céu de um dado momento (quais as relações são harmônicas e quais as desarmônicas) dão origem aos prognósticos e previsões astrológicas.
Para saber sobre o que trata o Mapa Natal, clique aqui, e para informações sobre prognósticos, aqui.
Anúncios

3 comentários sobre “O que é um Mapa Astral?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s